SEINTER II Seminário de Internacionalização

Pelo segundo ano, o Encontro dos Saberes, realizado pela Universidade Federal de Ouro Preto,  terá um evento específico dedicado à internacionalização: O SEINTER (Seminário de Internacionalização, edição 2016).

Um dos principais desafios do intenso processo de internacionalização vivido pelas Universidades Federais, a partir do Programa Ciência sem Fronteiras, inaugurado em 2012, refere-se aos meios de democratizar as experiências acadêmicas adquiridas pelos alunos, especialmente na graduação, em que tiveram a oportunidade de estudar no exterior.

Considerando que nem todos tiveram ou terão a mesma oportunidade, é importante abrir canais de comunicação onde tais experiências possam ser compartilhadas, da rica troca de informações que pode haver entre alunos que viajaram em uma mesma época, mas para países distintos e com experiências variadas.

Em razão dessas demandas e visando ainda otimizar as oportunidades que a Universidade disponibiliza para os seus estudantes, na edição do Encontro dos Saberes de 2016, a CAINT (Coordenadoria de Assuntos Internacionais) organizará a segunda mostra de internacionalização, onde todos os estudantes regressos de mobilidade em 2016 deverão apresentar publicamente suas experiências culturais e acadêmicas.

Essa mostra pretende organizar a exposição de cerca de 120 alunos regressos, sendo que a principal preocupação dos organizadores está em estabelecer uma forma, a mais rica possível, de recolher e transmitir as experiências tidas no exterior.

Nesse sentido, foram elaboradas uma série de perguntas que deverão ser respondidas pelos expositores no momento da inscrição e que poderão ser úteis para quem pretende conhecer melhor a Universidade de destino do aluno, suas áreas de excelência, sua infraestrutura, os benefícios oferecidos aos estudantes, as possibilidades de estágio, as condições de ensino e as formas de avaliação e ,até mesmo, as principais dificuldades enfrentadas no exterior.

A participação dos inscritos no SEINTER 2016 se dará em “rodas de conversa”. Cada participante será indicado para participar de uma “roda” onde haverá colegas de mobilidade, alunos interessados e professores, especialmente membros de colegiados. Para cada “roda de conversa”, haverá ainda um mediador que conduzirá as discussões de forma a envolver o máximo possível os participantes e a garantir a boa dinâmica do debate.

Para o SEINTER, não será preciso a confecção de banners, e as falas devem ser o mais espontâneas possíveis. A ideia do formulário de perguntas a ser preenchido pelos participantes no momento da inscrição é para que os alunos já tenham uma ideia de quais informações são mais relevantes para o debate e ,assim, tornar mais rica a experiência.

Espera-se, como resultado desse evento, estabelecer um olhar mais crítico sobre a internacionalização de maneira geral e melhorar a compreensão sobre os pontos sensíveis que tocam o tema como as práticas pedagógicas, a flexibilização de currículos, o aprendizado de novos idiomas e a importância da diversidade.

Patrocinador

Apoio